Nenhum mau hábito me trará azar. Não que eu me permita um regresso aos meus vícios (exceto a maldade de escrever), mas após muito tempo bem; muito tempo inabalável, algo me abalou. A vida nova não me trouxe sorte e eis a prova de que não aprendi nada sobre levar a vida de forma suave. Não aprendi a ser suave. Leve ou equilibrada. Não consegui, em momento algum de minha vida, deixar minha intensidade de lado. Prossigo com a sensação de que meu coração, pesa nada mais, nada menos, que algumas toneladas. Sei que me chamo ora Maria, outrora Pillar, mas na maior parte do tem sou a Senhora Nostradamus. Sou imprescindível na vida da maioria das pessoas e eu deveria me orgulhar, caso meu posto não fosse cruelmente o de segundo plano, por isso vivo buscando alguém que precise de um primeiro plano. Tenho síndrome do abandono. Síndrome de cachorro de rua, por isso não sei receber carinho. E infelizmente, deixar de escrever, não vai mudar minha natureza, ou me trazer sorte.

1 Response to

Anônimo
02 maio, 2013

Vc voltou mais linda!

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 Oh, Maria... All rights reserved.