She want it


Você venceu: veio parar aqui. Mas nada de se ouriçar; é pouca coisa: seus olhos. Eles parecem com os meus. E eu sou egocêntrica assim, costumo apreciar no outro aquilo que eu vejo em mim. Fora isso você tem essa muralha da china que aparentemente cabe somente a mim. Não sei. Sempre inacessível de alguma forma oculta que eu ainda não sei exprimir. Eu tenho um pé atrás contigo e com gente que é livre demais, talvez por querer ser igual, mas to sempre presa em alguma esquina, em algum sentimento ou mesmo ao alento esperando algo acontecer. Ainda assim eu digo, que noto um vão, uma falha. Assim como, de todas coisas que almejo, não me dou por satisfeita na espera e brutalmente consigo-as em menos de 24 horas, por exceção, tive você, onde eu dizia: “Mais pra frente”. Nunca fiz questão. Aliás, acho que foi rápido demais. Dois, três anos? Não sei. Mas tem esse vão agora. Eu tenho ali uma rede, onde eu vou deitar e ficar esperando ver se alguma coisa acontece. “Mais pra frente”. E não é preguiça. E só medo.

2 Response to She want it

Anônimo
27 agosto, 2012

oh, maria....

Anônimo
27 agosto, 2012

ah, morena...

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 Oh, Maria... All rights reserved.